Brasil

Dilma pede uma ‘onda sergipana’ para vencer as eleições

Sergipe

10/10/2014


Durante evento de campanha na tarde desta quarta-feira em Aracaju, a candidata a reeleição, presidente Dilma Rousseff, pediu que uma “onda sergipana” ganhe o Estado no próximo dia 26, data do segundo turno. Ela disputa contra o candidato do PSDB, Aécio Neves.
“Até o dia 26, falem com seus vizinhos, amigos, parentes, conhecidos e defendam o voto no nosso projeto, que é o voto do crescimento do Brasil. Essa onda sergipana tem que contaminar a todos os sergipanos”, afirmou.
Dilma fez um balanço dos dois governos petistas em relação ao desenvolvimento do Nordeste. “Acho que desinformado estão aqueles que acham que o Nordeste é igual ao que era há 15 anos. Eu sei que o Nordeste mudou para melhor”, disse a candidata.
Ela criticou a declaração do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso que em entrevista a blogueiros do UOL disse que os eleitores do PT são menos informados. A petista repudiou e considerou a fala como preconceituosa. “O meu repúdio a uma fala preconceituosa”, comentou.
Desafio
O governador Jacques Wagner (PT) que também discursou fez um “desafio” ao governador reeleito de Sergipe, Jackson Barreto (PMDB). Em qual dos dois Estados dará o maior percentual a petista na eleição do segundo turno.
“Vou aqui fazer um desafio ao Jackson Barreto. Quem coloca o maior percentual a favor da presidenta Dilma. Vamos colocar 80% de diferença no Nordeste”, disse o governador baiano. Jackson aceitou o desafio. No primeiro turno, Dilma venceu em Sergipe por 54,93% dos votos, na Bahia a vitória foi com um percentual de 61,44%.
Jackson também discursou e não deixou de alfinetar a oposição, na qual ele venceu no 1º turno. “Demos uma pisa neles”, disse o governador arrancando aplausos dos presentes. Ele pediu ainda que cada um dos sergipanos que votaram em Dilma Rousseff busque votos nos mais longínquos cantos do Estado. “Temos que ir as ruas, para as roças pedir o voto de um amigo, de um parente”, pediu o governador.

 

(Do Jornal da Cidade)


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.