Heleno diz que só fala sobre espiagem da Igreja se for convocado

12/02/2019


O ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Augusto Heleno, afirmou que somente prestará esclarecimentos à Câmara para tratar da denúncia de espionagem de membros da Igreja Católica pela Agência Brasileira de Inteligência (Abin) se for formalmente convocado.

“Não iria se fosse convidado (pela Câmara). Mas se eu for convocado, aí eu sou obrigado”, disse o militar ao comparecer ao velório do jornalista Ricardo Boechat, nesta terça-feira (12).


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.