Nordeste

João Azevêdo diz que morte do vice-presidente da ALPB deixa lacuna na política do Estado

Durante rápido contato com a imprensa, o chefe do Executivo paraibano lamentou a morte do deputado Genival Matias

20/07/2020


Imagem reprodução

Revista Nordeste

governador João Azevêdo esteve na manhã desta segunda-feira (20), na cerimonia de velório que marcou a despedida do deputado estadual e vice-presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Genival Matias (Avante), em João Pessoa. O corpo agora segue com destino a cidade de Juazeirino, no Seridó do Estado, onde deve ser dado prosseguimento as homenagens e sepultamento do parlamentar.

Durante rápido contato com a imprensa, o chefe do Executivo paraibano destacou que o Estado perde um jovem parlamentar que tinha ‘grande capacidade de articulação’ e ‘espirito conciliador’ dentro da sua política. “Eu perco um amigo que esteve compartilhando os caminhos que a Paraíba tem que tomar”, afirmou.

Outras autoridades presentes

A vice-governadora Lígia Feliciano, que também esteve no velório, apontou Genival como um jovem que despontou na política. “Hoje a gente vê ele partir tão precocemente. Como político, eu vejo a falta que ele vai fazer, com sua capacidade de conversar, de debater, sem nenhum radicalismo”, afirmou ela.

O deputado Felipe e seu pai, o ex-deputado Mikika Leitão, que estavam com Genival quando ocorreu a morte do parlamentar, também estiveram presentes. Outras autoridades do Legislativo, como o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Adriano Galdino, além diversos outros deputados e vereadores, também estiveram presentes.

Segundo informações da assessoria, o horário do sepultamento deve ocorrer nesta terça-feira (21), onde haverá mais tempo para que pessoas ligadas ao parlamentar possam se despedir no Seridó paraibano.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.