Nordeste

Jovem relata que sofreu tortura em supermercado na Bahia

Uma adolescente de 15 anos relata ter passado por uma sessão de espancamento e tortura depois de furtar produtos no supermercado Atakarejo, no bairro de Amaralina, em Salvador. Ela sobreviveu após fugir, e conta que resolveu falar sobre o caso depois que dois homens, tio e sobrinho, foram executados por traficantes após cometerem o mesmo crime no estabelecimento. A reportagem é do portal G1.

Bruno Barros, 29 anos, e Yan Barros, 19, foram flagrados pelos seguranças do Atakarejo após furtarem carnes. Familiares e amigos denunciam que os seguranças entregaram os dois a traficantes do bairro do Nordeste de Amaralina depois do crime. Os corpos de Bruno e Yan foram encontrados com marcas de tiros e sinais de tortura.

O caso da adolescente aconteceu em outubro do ano passado. Segundo a jovem, ela já havia furtado no supermercado e resolveu voltar ao estabelecimento com duas amigas, para roubar mais uma vez. Quando chegou no Atakarejo, ela foi reconhecida por um dos seguranças.

“Estava e eu minhas duas amigas, aí a gente foi lá para o mercado roubar. O segurança reconheceu a gente. Aí ele chamou os caras do Nordeste [de Amaralina]. Ele deveria o que? Levar a gente para a delegacia, prestar ocorrência ou até mesmo entregar ao juizado, fazer algo do tipo, que eu não ia questionar, porque eu estava errada”, argumentou ela.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp