Brasil

No Recife, Dilma pede para o Brasil não retroceder

Eleições 2014

22/10/2014


Após a caminhada pelas principais ruas e avenidas do centro do Recife, a candidata a reeleição Presidencial Dilma Rousseff (PT) fez um comício para 52 mil pessoas, de acordo com dados da Polícia Militar, na Praça da Independência. A petista pediu ao povo pernambucano para não deixar o retrocesso voltar ao Brasil e voltou a criticar os governos tucanos.

“Peço pra vocês não deixarem esse país ir pra trás, peço pra vocês não deixarem o retrocesso tomar conta do Brasil. Vamos juntos, no domingo, dar uma derrota em regra pros tucanos. Não vamos deixar penas de tucanos presas. Vamos derrotar os tucanos, vamos mostrar que esse país tem coluna vertebral”, pediu a petista.

Em alguns momentos, o discurso de Dilma era interrompido com gritos da militância: “Dilma eu te amo” e “é um, é três, é Dilma outra vez”. Em tom crítico, a presidente comparou os oito anos de governo de FHC com os doze anos do PT em áreas como educação e desemprego.

“Vamos lembrar que os tucanos proibiram a construção de escolas técnicas no nosso país. Lembrar que eles, em oito anos, fizeram onze escolas técnicas, eu e Lula fizemos 422 e não colocamos em um local só, espalhamos pelo país. Eles conseguiram bater o recorde de desemprego nesse país em 2001. Em 2002, entregaram o governo ao Lula com 11 milhões e 400 mil pessoas desempregados. Nós espalhamos o emprego e desde 2003 criamos 21 milhões de empregos. Só no meu governo vamos chegar em 5 milhões e 700 mil empregos. Mas tem uma coisa que nós nos orgulhamos e que eles nunca fizeram, o desenvolvimento de Pernambuco e de todo Nordeste”, comparou a presidente.

Dilma reconheceu a necessidade de melhoria em muitas áreas do país, mas disse acreditar que o país está no rumo certo, e mais uma vez criticou o partido de Aécio “os tucanos sempre quiseram plantar dificuldades para colher juros”. Ela lembrou a dívida paga do Brasil junto ao Fundo Monetário Internacional durante o governo de Lula e disse que o país “era tutelado” no governo de FHC. A petista reafirmou ser a candidata que defende o crescimento do povo brasileiro.

“Eu tenho a certeza que nós temos ainda muitas coisas para fazer nesse país, nós só começamos a mudar. A mudança ainda tem que caminhar muito, temos que melhorar a educação, segurança, saúde, e fazer mais obras de infraestrutura. Mas tenho a consciência que estamos no rumo certo, aquele que quer ver o povo brasileiro crescendo”, frisou Dilma.

A petista agradeceu o carinho e o ato que foi feito em Pernambuco para recebê-la: “eu estou muito feliz de estar em Pernambuco. Eu amo vocês”. A candidata lembrou a história e a importância de Pernambuco e disse sentir orgulho do ex-presidente Lula.

“Vocês representam muito no Brasil, vocês têm uma história libertária, uma história de conquistas, mas vocês também conhecem o preconceito, a desigualdade e tudo que séculos de exploração e opressão condenaram essa parte do Brasil como fizeram com todo o território do país. Mas Pernambuco é um estado de homens e mulheres lutadores. Temos um orgulho de termos tido como presidente um nordestino como Lula, respeitado em todo o mundo”, elogiou.

Ela encerrou o comício homenageando o povo e o estado de Pernambuco segurando uma bandeira metade pernambucana e metade vermelha com o nome dela.

 

(Do Leia Já/iG) 


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.