Economia

Número de falências dispara 71,3% em junho e previsões são de piora, aponta levantamento

Segundo levantamento da Boa Vista SCPC aponta, o número de empresas que recorrem a recuperação judicial e das que vão à falência só crescem

14/07/2020


Imagem ilustrativa

Brasil 247

Em meio a uma crise econômica que se intensifica, as empresas não conseguem resistir. No mês passado, o número de pedidos de recuperação judicial cresceu 44,6% e o de falências decretadas, 71,3% em relação a igual período de 2019. Segundo levantamento da Boa Vista SCPC aponta, o número de empresas que recorrem a recuperação judicial e das que vão à falência só crescem.

Especialistas apontam que o fenômeno está apenas no começo. A tendência é a aceleração das recuperações judiciais e das falências ao longo do semestre.

A recuperação judicial, instrumento criado em 2005, representa uma chance de a empresa se recuperar sem que a falência seja decretada.

Segundo especialistas, essa primeira onda de processos judiciais envolve empresas que já vinham tendo problemas financeiros antes da pandemia, aponta reportagem do Estadão.

Na avaliação do sócio-diretor da consultoria Alvares & Marsal, Eduardo Seixas, o crescimento dos processos judiciais ainda está baixo comparado ao tamanho da crise. Para ele, uma das explicações é que os credores estão mais sensíveis à situação provocada pela pandemia e estão evitando recorrer a execuções de garantias – um dos fatores que acabam levando as empresas à recuperação judicial.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.