Piauí: grupo empresarial vai investir em energias renováveis na região de Pio IX

09/01/2020


O Piauí oferece condições estratégicas para que empresários de todo o mundo possam investir em energias renováveis. O governador Wellington Dias recebeu, nesta quinta-feira (9), o presidente do grupo Brasimax, Alvaro Akira Okuma, que apresentou mais um projeto para a implantação de um parque eólico no município de Pio IX. Além disso, o grupo deseja produzir biomassa a partir da mandioca. Gestores da Secretaria de Estado da Mineração, Petróleo e Energias Renováveis (Seminper) e da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico (SDE) participaram do encontro.

Wellington comemorou o interesse do grupo em investir no Piauí. “É uma região que precisa fortalecer a economia, e a geração de energia pode trazer isso para Pio IX e para o Piauí. Da nossa parte, eles têm todo o nosso apoio para que essa parceria seja bem-sucedida. O objetivo agora é trabalhar para que a gente tenha da parte deles a apresentação do projeto de licenciamento e depois teremos uma audiência sobre a política de investimento”, pontuou Dias.

“Acabamos de adquirir uma área no município de Pio IX e viemos conversar com o governador para apresentar nosso projeto que é voltado para a produção de energias renováveis. Pensamos em fazer um comodato na parte eólica e solar, junto com um grupo de estatais chinesas. Na parte da agricultura, trazer novas tecnologias para que possamos avançar na produção de biomassa. A intenção é de produzir isso na região com nossos vizinhos, com os proprietários, assentamentos, associações a partir da agricultura familiar com a produção de mandioca e do caju que é típico da região”, explicou Alvaro Akira Okuma.

Ainda segundo o presidente do grupo Brasimax, o município foi escolhido pela altitude e por apresentar um vento constante, ideal para a instalação de torres eólicas. Sobre a duração do projeto, a previsão é de que até o fim de 2020 o parque esteja com as torres instaladas. “Vamos investir aqui aproximadamente 65 bilhões de dólares. Nosso objetivo é incluir piauienses nesse projeto, principalmente porque o antigo dono da área que compramos tinha uma preocupação social, uma tradição na região. Queremos manter isso e respeitar a memória do local”, disse Okuma.

“Certamente o município terá avanços com esse novo projeto. Ao lado do governador, ouvimos a proposta dos chineses para Pio IX. Isso vai trazer geração de emprego, renda, oportunidades e desenvolvimento econômico”, afirmou a prefeita de Pio IX, Regina Coeli.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.