Ceará

Rede de saúde já criou 398 leitos de UTI e 600 de enfermarias exclusivos para pacientes com a Covid-19

26/04/2020


Uma das maiores dificuldades que gestores têm encontrado em todo o mundo diante da pandemia do novo coronavírus (Covid-19) é a garantia de leitos de Unidades de Terapia Intensiva para assegurar o atendimento a pacientes acometidos com a doença.

Em pronunciamento transmitido na noite deste sábado pelas redes sociais, o governador Camilo Santana ressaltou que o Governo do Ceará tem trabalhado fortemente nesse sentido e anunciou que, na rede do estado, já são 398 os leitos de UTI e 600 de enfermarias criados exclusivamente para receber pacientes com a Covid-19.

“O momento é de desafio que exige união, equilíbrio, responsabilidade e muito trabalho para minimizar os efeitos dessa pandemia no estado”, afirmou Camilo Santana, relatando ter passado o dia em reunião discutindo e avaliando o momento para que sejam tomadas decisões importantes.

“Temos trabalhado todos os dias para ampliar o número de leitos para atendimento dos casos graves para a Covid-19. Chegamos nesse final de semana com 398 novos leitos de UTI e mais de 600 de enfermarias, criados exclusivamente para esses pacientes. Estão incluídos os dois hospitais privados (Leonardo da Vinci e Batista) que assumimos na Capital, a ampliação dos leitos em todos os hospitais regionais e nos hospitais de Fortaleza e criamos hospitais de campanha. Tudo isso para garantir o atendimento aos casos graves”.

Testagem em massa
O governador antecipou que o Estado foca, agora, na possibilidade de iniciar uma grande quantidade de testagem no Ceará. “Estamos negociando com empresas fornecedoras para fazermos um teste em massa, que vai permitir identificar e isolar os casos. Esse tem sido um grande desafio no estado e no mundo inteiro, garantir o teste para as pessoas”.

Camilo informou estar em constante comunicação com o Ministério da Saúde a quem solicitou nessa sexta-feira (24) apoio no envio de respiradores e na habilitação de leitos de UTI e de enfermarias no estado do Ceará.

“Precisa de mais agilidade nessas ações, principalmente nos estados com maior avanço da Covid-19, o que é o caso do Ceará. Temos trabalhado todos os dias em parceria principalmente com a Prefeitura de Fortaleza para ampliar e garantir o atendimento à população. A Covid já está em todos os bairros de Fortaleza”, destacou o governador.

“Temos acompanhado que houve uma queda no nível de isolamento social no Ceará. Sei que o distanciamento causa transtornos, impaciência, mas quero dizer da importância de mantermos o isolamento, principalmente no momento de pico da pandemia aqui em Fortaleza e no estado”.

Essa desobediência, de acordo com o governador Camilo Santana, tem aumentado a demanda das unidades hospitalares. “Faço o apelo para que as pessoas compreendam a importância do isolamento que existe para permitir que o Estado e as prefeituras possam ampliar o atendimento de saúde pública. A velocidade como tem crescido em Fortaleza tem deixado as unidades chegando perto do esgotamento do número de UTIs”.

Dos mais de 5.600 casos confirmados no estado cerca de 80 % estão em Fortaleza e Região Metropolitana. “Eu não tenho dúvida que uma das decisões importantes que tomamos foi a suspensão do transporte intermunicipal. Porque se essa contaminação na capital tivesse ocorrido em velocidade para o interior talvez estaríamos vivendo momento muito mais difícil no Ceará”.

O governador Camilo Santana informou, ainda que neste domingo (26) chegará um avião com carregamento de insumos e testes para detecção da Covid-19, comprados na China pelo Governo do Ceará.

“São quase 90 toneladas que com certeza vão garantir todos os equipamentos de proteção individual para o trabalho dos profissionais de saúde e testes para ampliarmos mais ainda a testagem na população cearense. Todos os dias temos trabalhado. Hoje mesmo conversei com vários governadores do Nordeste para que a gente possa buscar respiradores na Europa. Todos os dias temos buscado mecanismos e formas de garantir o atendimento à população”, contou Camilo Santana.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.