Bahia

TCA em Casa: 150 mil pessoas acompanharam as atividades online do Teatro Castro Alves

O ano de 2020 vai chegando ao fim tendo se inscrito na história da humanidade como um dos mais desafiadores para todas as sociedades. O impacto no setor cultural tem sido profundo. O planejamento anual do Teatro Castro Alves (TCA), de seus corpos artísticos – Balé Teatro Castro Alves (BTCA) e Orquestra Sinfônica da Bahia (Osba) – e de seu Centro Técnico precisou ser integralmente repensado e reformulado. O resultado foi uma jornada intensa de reflexão, aprendizado e muito trabalho.

Novos talentos, capacidades e oportunidades foram descobertos e uma programação diária se conformou como o ‘TCA em Casa’, agenda online iniciada em março que manteve as atividades de difusão da arte e promoção do acesso aos seus produtos, de formação e qualificação, bem como de resgate de memórias e compartilhamento de informações. Como equipamento cultural público, o maior e mais importante da Bahia, o TCA encontrou soluções para cumprir com seus compromissos culturais e sociais. No total, mais de 150 mil pessoas acompanharam as ações realizadas.

Produção de máscaras de proteção

O Centro Técnico do TCA, setor dedicado à pesquisa, formação, qualificação, criação, produção, sistematização e difusão de informações sobre engenharia do espetáculo, reagiu com rapidez e acionou sua força produtiva para a confecção de máscaras de tecido de proteção individual, que foram distribuídas para instituições sociais de Salvador, bem como atendeu funcionários da casa e de outros órgãos do Governo.

Com a determinação da obrigatoriedade de uso das máscaras em circulação externa e em ambientes de trabalho, conforme as Leis Estaduais 14.261 e 14.258, respectivamente, sancionadas no mês de abril pelo Governo da Bahia, a ideia foi de contribuir para que os cidadãos cumprissem esta medida fundamental para o enfrentamento à propagação da infecção pelo novo coronavírus. Mais de 3 mil unidades foram produzidas e doadas.

Domingo no TCA

Logo após os primeiros decretos das políticas de distanciamento social, a edição do Domingo do TCA que estava previamente agendada para o mês de março foi realizada por meio de exibição de conteúdo gravado, transferindo para a internet um dos principais projetos continuados da cultura do Estado, com o espetáculo teatra ‘Foi Por Esse Amor’, protagonizado pelos atores João Guisande e Antônio Roque. As edições voltaram a ser mensais, sempre no canal de YouTube do TCA, a partir de junho, com ’40 em 40 – 40 anos em 40 minutos’, um conjunto de oito curtas-metragens, de cinco minutos cada, assinados por diferentes cineastas baianos, que contam a história do TCA no marco do que foi o seu aniversário de 40 anos.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp