Brasil

4ª edição do Prêmio Espírito Público se mantém confirmada em 15 de dezembro

Os ganhadores do Prêmio Espírito Público 2021 serão conhecidos no dia 15 de dezembro, em cerimônia on-line, às 18h.  Em sua quarta edição, o maior prêmio dedicado aos profissionais públicos do Brasil tem três categorias: Pessoas que Transformam, Equipes que Transformam e Instituições que Transformam. Para assistir, basta acessar:

https://www.youtube.com/c/Pr%C3%AAmioEsp%C3%ADritoP%C3%BAblico/featured

Na categoria Pessoas que Transformam, serão homenageados profissionais públicos que trabalham na administração pública direta ou indireta (incluindo fundações, autarquias e empresas públicas), nas esferas federal, estadual ou municipal. Os vencedores têm, no mínimo, oito anos de atuação no setor público. Esta categoria destaca servidores que atuaram em Assistência Social, Gestão de Pessoas, Meio Ambiente, Saúde e Segurança Pública. Já na categoria Equipes que Transformam, a área da premiação este ano será a de Educação.

Este é o primeiro ano em que o Prêmio inclui a área de Assistência Social. Outra inovação foi colocar o tema Segurança Alimentar como foco da categoria Instituições que Transformam, e a escolha está sendo feita por votação popular, aberta até o dia 11. Nela concorrem iniciativas de seis Estados, no Acre, Paraná, Piauí, Rio Grande do Norte, Santa Catarina e São Paulo. Para conhecer os trabalhos e participar da votação, acesse:

Instituições que Transformam

A seleção dos vencedores das categorias Profissionais que Transformam e Equipes que Transformam é realizada por júris e comitês setoriais compostos por profissionais notáveis do setor público, da academia e do terceiro setor, além de ganhadores de edições anteriores. Critérios como diversidade, impacto social, contribuição técnica, capacidade de mobilização e efeito multiplicador, iniciativa e integridade são observados pelos jurados.

A categoria Equipes que Transformam selecionará uma equipe vencedora e cada um dos cinco eixos setoriais da categoria Pessoas que Transformam contará com três vencedores.

A premiação no dia 15 terá como mestre de cerimônia Elisa Lucinda, atriz, cantora e poetisa, com a participação dos músicos da Orquestra de Rua, formada por moradores de comunidades do Rio de Janeiro que são estudantes da UniRio (Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro). Os profissionais e instituições públicas estarão presentes por via remota.

O Prêmio Espírito Público, desde sua primeira edição, já reconheceu o trabalho de 55 servidores, em todas as regiões do país. O objetivo da premiação é identificar, reconhecer e valorizar os profissionais que se destacam na prestação de serviços públicos à sociedade. A iniciativa é realizada pela Parceria Vamos, constituída por Fundação Lemann, Instituto humanize e República.org, organizações da sociedade civil que atuam no fortalecimento das lideranças do setor público e do terceiro setor.

“O serviço público é fundamental para a modernização do Brasil. Os países que mais admiramos, que são espelhos do nosso futuro, são aqueles em que os profissionais públicos têm o devido reconhecimento pela importância de seus trabalhos. Em um cenário no qual a pandemia agravou as desigualdades sociais e deteriorou as condições econômicas, os profissionais públicos brasileiros foram essenciais para que o país pudesse atravessar o caos e se preparar para dias de recuperação. Reconhecer e valorizar esse trabalho é o objetivo do Prêmio Espírito Público”, destaca Guilherme Coelho, fundador da República.org.

Além dos prêmios em dinheiro, de R$ 5 mil para os servidores e R$ 15 mil para a equipe, os vencedores poderão participar de uma imersão em gestão pública. Os premiados também irão compor uma rede exclusiva, formada pelos ganhadores do Prêmio nas três edições anteriores.

O Prêmio Espírito Público conta com o apoio dos parceiros: Agenda Pública, ANAMMA, Brazillab, CLP, Comida do Amanhã, Desiderata, Ensina Brasil, GIFE, Instituto Betty e Jacob LAFER, Instituto Dara, ITS, Instituto Igarapé, Instituto João e Maria Backheuser, Instituto Sou da Paz, Instituto Publix, Intuite.se, Legisla Brasil, MBC, Movimento Pessoas à Frente, PNUD, Ponte a Ponte, Semeia, SOS Mata Atlântica, Vetor Brasil e Wylinka.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp