Brasil

Chapa Lula-Alckmin é oficializada em convenção sem a presença dos candidatos

Por Ivan Martínez-Vargas e Sérgio Roxo — São Paulo

Nova fase na campanha presidencial. O PT aprovou, em convenção realizada em um hotel na capital paulista<span;> nesta quinta-feira, a chapa formada por Luiz Inácio Lula da Silva e Geraldo Alckmin para disputar a Presidência da República nas eleições de outubro. A decisão foi por unanimidade. A chapa também foi aprovada pela federação que reúne PT, PCdoB e PV.

Esta será a sexta vez que Lula disputará a Presidência da República. Ele venceu duas disputas (2002 e 2006) e perdeu três (1989, 1994 e 1998). Agora, o petista lidera as pesquisas de intenção de voto, seguido pelo presidente Jair Bolsonaro (PL).

 

No último levantamento realizado pelo Datafolha, em junho, Lula tinha 47% das intenções de voto no primeiro turno, 19 pontos a mais do que o presidente Bolsonaro. O ex-presidente conta com uma coligação formada por sete partidos. Além do PT, compõem a aliança PSB, PCdoB, PV, Rede, PSOL e Solidariedade.

A convenção não contou com a presença de Lula e Alckmin, que estão em uma caravana da pré-campanha em Pernambuco. Nesta quinta, ambos participam de atos públicos em Recife.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp