Pernambuco

Ciclistas cobram mais segurança nas ruas do Recife e homenageiam homem que morreu atropelado na Avenida Caxangá

Representantes de entidades se reuniram, na noite desta quinta-feira (11), no local onde um ciclista de 42 anos foi atingido por um veículo, no dia 3 de novembro.

Ciclistas realizaram um ato público, na noite desta quinta (11), para pedir mais segurança para quem pedala pelas ruas do Recife. A manifestação também homenageou um homem de 42 anos que morreu atropelado, na Avenida Caxangá, na Zona Oeste, no dia 3 de novembro.

O ato foi organizado pela Associação Metropolitana de Ciclistas do Recife (Ameciclo) e pela União de Ciclistas de Pernambuco (Ucipe), com participação de outros grupos.

Os ciclistas se concentraram na frente da estação de ônibus BRT, que fica perto do Caxangá Golf Club. Nesse local, Flávio Antônio foi atropelado e morreu. O motorista de uma caminhonete ficou ferido.

De acordo com os organizadores, Flávio era um trabalhador e fazia o mesmo percurso há 18 anos, de segunda a sábado.

A homenagem foi feita com a instalação de uma bicicleta branca no local, também conhecida como “ghost bike”

“A ação existe para que as vítimas de trânsito não sejam esquecidas, para chamar atenção para a omissão do poder público a respeito da falta de estrutura para os ciclistas e lembrar que o excesso de velocidade mata”, afirmou a Ameciclo, em uma nota.

“Nós reivindicamos a implantação de uma ciclovia na Caxangá, que está prevista desde 2012”, afirmou Rebeka Santos, assessora da entidade, por telefone.

Ainda de acordo com a Ameciclo, a Caxangá “foi elencada como a quinta avenida mais violenta do Recife, com cerca de 300 colisões anuais, o que corresponde a 3% das colisões totais da cidade”.

Caminhonete ficou com lateral totalmente destruída após acidente que matou ciclista

Outro caso

Os ciclistas também lembraram o caso de Diogo Manoel da Luz, de 16 anos. O adolescente morreu atropelado quando andava de bicicleta, em Camaragibe, no Grande Recife.

 

Esse atropelamento ocorreu três dias após o óbito de Flávio. Nesse caso, segundo a polícia, o suspeito fugiu sem prestar socorro e a vítima faleceu no local.

 

g1pe


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp