Internacional

Europa inicia boicote ao agro brasileiro. Culpa recai sobre governo Bolsonaro, pró-desmatamento

Seis redes europeias de supermercados disseram que deixarão de vender parte ou todos os derivados da carne brasileira por causa de sua relação com o desmatamento da Amazônia

247 – Para além das consequências climáticas, o abandono do meio ambiente por parte do governo Jair Bolsonaro vai afetar ainda mais a economina brasileira. Nesta quarta-feira (15), mercados europeus disseram que deixarão de vender parte ou todos os derivados da carne brasileira por causa de sua relação com o desmatamento da Amazônia.

O anúncio do boicote foi feito por seis redes europeias de supermercados, incluindo duas de propriedade da empresa holandesa Ahold Delhaize e uma subsidiária do Carrefour. A rede de supermercados Lidl Netherlands afirmou que já a partir do ano que vem não venderá mais carnes com origem na América do Sul.

Desde o início do governo Bolsonaro, o desmatamento da Amazônia brasileira disparou. O chefe do governo federal quer, entre outras intervenções, ampliar a atuação de agricultores e mineradoras na região.

De acordo com a Folha de S. Paulo, o boicote é uma resposta também a uma investigação da entidade Repórter Brasil, que alegou que a JBS, a maior processadora de carne do mundo, utilizou carne de vacas criadas em áreas desmatadas ilegalmente.

*Brasil247


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp