Brasil

Governadores dizem que PGR atua a favor do governo Bolsonaro na CPI da Covid

247 – Os governadores do Nordeste acusam a subprocuradora-geral da República de cometer abuso de autoridade ao enviar aos estados ofício acusando os governadores de malversação dos recursos para o combate à pandemia do coronavírus, informa a colunista do UOL Carolina Brígido. 

 

Para as autoridades estaduais, a PGR (Procuradoria-Geral da República) está agindo politicamente como aliada do governo federal ao acusar os governadores como culpados pela má gestão do combate à Covid-19. 

 

A ação da PGR está subsidiando a atuação da tropa de choque do governo Bolsonaro na CPI da Covid, segundo os governadores.

 

Na segunda-feira (19), Lindôra enviou ofício aos estados em que pede explicações aos governadores sobre “desativação dos referidos hospitais (de campanha), bem como o prejuízo causado ao erário, não só em relação às vidas com a falta atual de leitos como o decorrente da verba mal utilizada”.

 

“Um olhar atento sobre a atuação da PGR verifica que há um direcionamento de esforços para encontrar indícios que tragam descrédito para as administrações estaduais e municipais junto aos cidadãos brasileiros ao passo que se observa uma discrepante tolerância com todas as graves falhas do governo federal no combate à pandemia de covid-19”, escrevem os governadores. 

 

Os gestores estaduais dizem que a PGR toma parte na polarização federativa de cunho político. 

 

O documento é assinado pelos governadores do Piauí, Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Sergipe, informa a coluna.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp