Internacional

Jamil Chade denuncia na delegacia agressão da comitiva de Bolsonaro em Roma

O jornalista Jamil Chade, uma das vítimas da agressão praticada pela comitiva de Jair Bolsonaro e policiais italianos, registrou boletim de ocorrência em delegacia de Roma.

247 – Após o registro de agressões por parte de agentes brasileiros e italianos que faziam a  segurança de Jair Bolsonaro em Roma, durante o encontro do G-20, o jornalista Jamil Chade, uma das vítimas, foi à delegacia registrar formalmente uma denúncia.

“Denúncia feita agora, em Roma, pela agressão que sofremos em plena cobertura presidencial. Em 21 anos como correspondente foram 70 países e vários presidentes. Mas violência em cúpula foi a primeira vez. Silêncio revelador por parte do Itamaraty e Presidência. Não vencerão. Nunca”, escreveu Jamil Chade no Twitter

Os agentes de segurança agrediram repórteres e tomaram o celular de Jamil Chade, arremessando o aparelho para o alto, e seguraram as mochilas dos profissionais para tentar impedir que eles registrassem o passeio de Bolsonaro por uma das principais ruas do centro histórico da capital italiana.

*Brasil247

 


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp