Brasil

Lattes está há 4 dias fora do ar; CNPq diz que tem backup e tenta fazer reparo

Os sistemas do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), agência federal de fomento à pesquisa, completou o quarto dia fora do ar nesta terça-feira (27) por conta da queima de um servidor.

 

Ao procurarem o CNPq, cientistas foram informados de que o sistema Lattes – que reúne currículos de cientistas – não tinha backup. Em novo comunicado, porém, após a repercussão do caso, o Conselho informa que há backup e que as informações já estão sendo transferidas.

 

Confira a íntegra do novo informe:

 

Informe CNPq

 

Em continuidade aos comunicados sobre a indisponibilidade dos sistemas do CNPq, incluindo as Plataformas Lattes (Currículo Lattes, Diretório de Grupos de Pesquisa, Diretório de Instituições e Extrator Lattes) e Carlos Chagas, fazemos os seguintes esclarecimentos.

 

1.O problema que causou a indisponibilidade dos sistemas já foi diagnosticado em parceria com empresas contratadas e os procedimentos para sua reparação foram iniciados.

 

2.O CNPq já dispõe de novos equipamentos de TI e a migração dos dados foi iniciada antes do ocorrido. Independentemente dessa migração, existem backups cujos conteúdos estão apoiando o restabelecimento dos sistemas. Portanto, não há perda de dados da Plataforma Lattes.

 

3.O pagamento das bolsas implementadas não será afetado.

 

4.Todos os prazos de ações relacionadas ao fomento do CNPq, incluindo a Prestação de Contas,  estão suspensos e, de ofício, serão prorrogados.

 

5.Os comunicados oficiais do CNPq são feitos exclusivamente por meio dos canais oficiais na internet: site e redes sociais. Manteremos todos atualizados sempre que houver novas informações sobre a questão.

 

6.Para demais dúvidas, entre em contato com a Central de Atendimento pelo telefone 61 3211 4000 ou pelo e-mail cnpq@mctic.gov.br

 

Reforçamos que o CNPq/MCTI estão comprometidos com a restauração do acesso aos sistemas operacionais com a maior brevidade possível.

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp