Nordeste

Na Paraíba, mulheres vão às ruas nesse sábado em ato “Bolsonaro nunca mais”

Convocado e organizado pelo Movimento de Mulheres e Feministas do estado e também pelo Movimento Fora Bolsonaro Paraíba, o ato “Bolsonaro Nunca Mais” acontecerá em João Pessoa e Campina Grande nesse sábado (04), agenda parte das ações que acontecem desde 2018 com o #EleNão, que reuniu milhões de pessoas nas ruas de todo o Brasil, liderado por mulheres que queriam evitar que o atual presidente chegasse ao poder.

 

Segundo a organização, “desde o início do ano, as manifestações pelo fim desse governo e sua necropolítica expõem o caos que Bolsonaro transformou o país: os cenários econômico, social e sanitário causam desalento à população, principalmente com o aprofundamento das crises, retrocessos e perdas profundas diante da pandemia de Covid-19 com a morte de mais 614 mil pessoas. Toda a sociedade tem motivos para se revoltarem contra o Governo Federal, mas as mulheres, por sofrerem ataques sociais, políticos, econômicos e o crescimento da violência de gênero, são as primeiras vítimas das opressões”.

 

Para a Secretária de Mulheres da Central Única das Trabalhadoras e dos
Trabalhadores da Paraíba (CUT-PB), Cícera Isabel, uma das organizadoras do ato, o objetivo do ato é expressar a indignação das mulheres contra os ataques promovidos pelo governo federal: “Eles são significativos principalmente para as chefes de família. A fome e extrema-pobreza voltaram de forma perversa, atacando majoritariamente as mulheres, um exemplo é a extinção do programa Bolsa Família. Por isso fortalecemos a Campanha Fora Bolsonaro, pois as ruas já dizem não a ele!”

 

A partir das 09h, em João Pessoa, a concentração será no Lyceu Paraibano e seguirá em caminhada até o Ponto de Cem Réis, concluindo com um ato público cultural com apresentações artísticas, oficina de cartazes e performances. Em Campina Grande, a Praça da Bandeira será o local do ato, que iniciará também às 09h da manhã, e contará com distribuição de panfletos, intervenções e apresentações culturais.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp