Ceará

Prédio do Tribunal de Justiça do Ceará pega fogo em Fortaleza

Diário do Nordeste

A sede do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), no Centro Administrativo do Cambeba, em Fortaleza, amanheceu nesta segunda-feira (6) sob chamas. Um incêndio atingiu o prédio do órgão, segundo informação confirmada pela Polícia Militar. Ninguém ficou ferido.

 

A assessoria de comunicação do TJCE comunicou que o fogo começou às 4h no setor de almoxarifado. Apenas seguranças terceirizados estavam no local no início da ocorrência.

 

“Não houve prejuízo processual”, diz Camilo sobre incêndio no TJCE
De acordo com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), cerca de 60 bombeiros utilizam cinco caminhões Auto Bombas Tanques e Salvamento (ABTS), três guarnições de busca e salvamento, duas ambulâncias de atendimento pré-hospitalar e um caminhão pipa.

 

Além disso, a escada mecânica Magirus M42L-AS, que possui cinco lances de escada, também auxlia os trabalhos da corporação.

 

“Criou maiores proporções porque é um ambiente que possui material combustível, papel, madeira, móveis, o que facilita a propagação do incêndio e ele logo tomou grandes proporções”, afirmou o coronel do Corpo de Bombeiros Ronaldo Araújo.
chamas atingiram dois andares do prédio

Ainda conforme o coronel, o fogo atingiu dois andares do prédio, mas o resgate “conseguiu controlar o incêndio na ala esquerda, impedindo a propagação nessa área”.

 

“As chamas atingiram dois andares do prédio, mas da ala da recepção para a ala direita, conseguimos confinar o incêndio para que ele ficasse só em uma região. Graças a Deus nenhum registro de feridos. No momento, as chamas estão sob o controle”, reforçou.

 

A Perícia Forense irá apontar as causas do incêndio após produção de laudo técnico.

 

SEM PREJUÍZO PROCESSUAL

O governador Camilo Santana e a presidente do TJCE, Naílde Pinheiro, acompanharam o trabalho do Corpo de Bombeiros ao lado dos secretários da Segurança, Sandro Caron, e da Casa Civil, Chagas Vieira.

Camilo esclareceu que o incêndio não comprometeu a integridade dos processos arquivados no órgão. “Não houve prejuízo processual porque todos os processos hoje estão digitalizados”, frisou o gestor.

 

O governador informou que o Centro de Eventos do Ceará está à disposição para acomodar de forma provisória o funcionamento do TJCE, mas que esta decisão será tomada após o término do trabalho dos bombeiros.

Por meio de nota, a Defensoria Pública Geral do Ceará (DPCE) lamentou o incêndio e se solidarizou com membros, servidores, estagiários e colaboradores da instituição.

“A Defensoria reafirma a parceria profícua com o TJCE e o seu apoio irrestrito para preservação da história, da memória e da função primordial do Tribunal ao Estado Democrático de Direito”.

 


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp