Nordeste

Revista NORDESTE aborda beatificação da cearense Benigna Cardoso, bicentenário da independência, entrevista com diretor-geral da ANEEL e outros destaques

A edição de nº 184 da Revista NORDESTE já está disponível ao leitor nas principais bancas de revistas e também para leitura em edição virtual. A revista apresenta como matéria de capa, reportagem especial sobre o processo de beatificação da jovem Benigna Cardoso da Silva, natural do Ceará, que foi autorizada pelo Vaticano

A devoção a Benigna começou pouco depois de seu assassinato brutal. Ela morreu em 1941, aos 13 anos de idade, depois de ter recusado as investidas de um rapaz de 17 anos que tentou violentá-la, e passou a ser considerada mártir pela Igreja, se tornando símbolo da resistência contra o feminicídio e a violência sexual.

CLIQUE AQUI e acesse a nova edição da Revista NORDESTE na íntegra.

OUTROS DESTAQUES

Também estão em destaque na nova edição da Revista NORDESTE, entrevista com o diretor-geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), André Pepitone, que apresenta uma leitura geral sobre as causas e efeitos dos problemas no segmento elétrico do Brasil.

Bicentenário da Independência do Brasil. Matéria especial ouviu a opinião de estudiosos explicando como país é visto de dentro para fora, com destaque pela grandiosidade cultural, e nos campos da ciência e tecnologia;

– O futuro de Alagoas. Matéria repercute a o apoio e a força do grupo político Calheiros na eleição indireta de Paulo Dantas, na Assembleia Legislativa daquele Estado;

Nova conjuntura global. Entrevista especial com o cônsul de Cuba em São Paulo, Pedro Monzón, revela os bastidores de entendimentos mantidos entre o país localizado em ilha caribenha e a potência mundial, China;

Governança inteligente. O estabelecimento do Planejamento Estratégico Ceará 2050, que passa a valer por força e garantia na Constituição Cearense;

Ipojuca-PE redimensionada. Considerado o terceiro PIB de Pernambuco, município inova em gestão e cria novas oportunidades de negócios, repercutindo em todo Nordeste;

Fenasamba. De olho nos efeitos do Carnaval no Brasil, com movimento de cerca de R$ 22 bilhões, representantes das Escolas de Samba do Rio de Janeiro e de São Paulo se articulam e criam movimento para chegar em todas as regiões, inclusive, o Nordeste brasileiro.

 


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp