Brasil

Totvs pode levantar mais de R$ 2,4 bilhões com nova oferta pública de ações

O POVO
O conselho de administração da companhia aprovou a oferta pública de ações com esforços restritos de 39,2 milhões de ações. Mas a quantidade pode ser acrescida em até 65%

O conselho de administração da Totvs, uma das maiores empresas brasileiras de tecnologia, aprovou a realização de uma oferta pública de distribuição primária de 39.270.000 ações. A quantidade de ações poderá ser acrescida em até 65%, ou seja, em 25.525.500 novas ações. Com o movimento, a companhia pode levantar até R$ 2,4 bilhões.

O montante é estimado com base no valor de fechamento das ações da Totvs na B3 do último dia
10 de setembro, que foi de R$ 38,20. Com base nessa cotação, apenas com a oferta primária, a companhia tem potencial de levantar pelo menos R$ 1,5 bilhão. Com as ações adicionais, a cifra sobe para R$ 2,475 bilhões.

 

Em comunicado ao mercado, nesta segunda-feira, 13, a companhia informou que o preço por ação da oferta será fixado após a conclusão do procedimento de coleta de intenções de investimento que será realizado com investidores institucionais locais.

 

A oferta realizada no Brasil terá coordenação do BTG Pactual, Itaú BBA, Morgan Stanley, Citigroup, Santander e UBS Brasil. E será oferecida prioritariamente aos acionistas da companhia, depois, para investidores.

 

subscrição da oferta prioritária começa amanhã, dia 14, e as negociações das ações da oferta restrita começam no dia 23 na B3.

 

De acordo com o comunicado, a Totvs pretende usar os recursos líquidos obtidos por meio da oferta em
potenciais aquisições de empresas que possam contribuir para a execução da estratégia e construção de um ecossistema de tecnologia em três dimensões (Gestão, Techfin e Business Performance), sendo que quaisquer recursos líquidos remanescentes serão utilizados para reforço de capital e para consecução de seu objeto social.

 

A Totvs é uma empresa, com sede em São Paulo, que atua no desenvolvimento, produção e venda de software empresarial. Em 2006, fez seu IPO, captando R$ 460 milhões e se tornando a primeira empresa de tecnologia da informação com ações na então Bovespa.

 

Hoje possui 50% de participação de mercado no Brasil e 32% da América Latina, com escritórios na Argentina, México e Estados Unidos. No total, atua em 40 países.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp