Nordeste

Governo de Sergipe investe mais de R$ 35mi em reforma e ampliação de escolas

Escolas estaduais passam por modernização, ampliação, conservação e reformas para garantir mais comodidade à comunidade escolar

27/10/2020


Na imagem o governador de Sergipe, Belivaldo Chagas

Revista Nordeste

O governador de Sergipe Belivaldo Chagas promoveu novos investimentos em obras e serviços de requalificação nas unidades de ensino do Estado. Somente em 2020, segundo dados do governo, mais de R$ 35 milhões já foram licitados em reforma, ampliação, serviços de modernização, conservação e manutenção. Sessenta escolas passam por completa requalificação e uma série de serviços de manutenção estão sendo feitos em mais de 300 delas.

Até o final de 2020, a população sergipana receberá nove obras de infraestrutura com investimentos da ordem de R$ 5,5 milhões. Dentre essas que estão prontas para uso, o Centro de Excelência Milton Dortas, em Simão Dias, entregue à população recebeu investimentos da ordem de R$ 1.547.289,17, que possibilitaram a completa reforma, ampliação e modernização da unidade que oferta a modalidade de Ensino Médio em Tempo Integral.

“Continuamos avançando em prol da qualidade do ensino. Acreditamos que ao investir na Educação, estamos socializando um direito universal e perseguindo um futuro com mais garantias para o povo sergipano”, afirma o governador Belivaldo Chagas.

Para o secretário da Educação, Josué Modesto dos Passos Subrinho, uma gama de ações tem sido feita para que o Estado continue em linha crescente nos índices qualitativos e pedagógicos, que vão desde investimentos na modernização do parque tecnológico da rede estadual, incentivo na qualificação dos recursos humanos e obras de infraestrutura.

Mais obras entregues

No Centro de Excelência Santos Dumont, em Aracaju, unidade entre as 48 da rede estadual que ofertam a modalidade de Ensino Médio em Tempo Integral, também passou por intervenções. A quadra poliesportiva recebeu investimentos no valor de R$ 437.775,23, com melhorias na drenagem pluvial, instalação elétrica em LED, cobertura, pisos, revestimentos, alambrados e equipamentos esportivos (estrutura de basquete, vôlei e redes).

O Centro de Excelência 28 de Janeiro (Monte Alegre de Sergipe), unidade que oferece também o Ensino Médio em Tempo Integral, recebeu do Governo de Sergipe investimentos de R$ 1.199.808,51 na reforma e ampliação predial e na construção de uma nova quadra multiuso. Será entregue nos próximos dias a quadra poliesportiva num investimento de R$ 556.207,18. A escola continua em reforma geral.

No Centro de Excelência Professor Abelardo Romero Dantas (Lagarto), foram investidos R$ 509.685,06 na construção de uma nova quadra poliesportiva, na qual também foram feitos investimentos em equipamentos esportivos e em sua estrutura. No Centro de Excelência Manuel Dantas (Cedro de São João), a quadra foi reformada e modernizada num investimento da ordem de R$ 433.268,50.

Construída pela Cehop, a nova quadra coberta do Colégio Estadual Dr. Jugurta Barreto (Aracaju) recebeu investimentos de R$ 720.350,00, além da redefinição da rede de drenagem pluvial, pintura, rampas de acessibilidade, aumento de carga elétrica e recebimento de materiais esportivos.

O Colégio Estadual Manuel Bomfim (Arauá) recebeu investimentos da ordem de R$ 475.521,67 referente à construção de uma nova quadra coberta no colégio dotada de completa estrutura de esportes. No Colégio Estadual Gilberto Freire (Nossa Senhora do Socorro) o Governo de Sergipe fez um aporte da ordem de R$ 450.797,32 na conclusão da quadra e construção de vestiários.

A Escola Estadual Professor Gomes Neto, em Santana do São Francisco, recebeu investimentos da ordem de R$ 408.185,65 em requalificação de banheiros, revisão das instalações hidrossanitárias, abrigo para instalação de gás, revisão e cobertura, instalação elétrica, pintura geral e acessibilidade, além da modernização dos espaços comuns.

Obras em andamento

Passam por intervenções mais 11 unidades escolares, dentre as quais estão os centros de excelência Senador Walter Franco (Estância), Hamilton Alves Rocha (São Cristóvão), Leandro Maciel (Aracaju), Dom Juvêncio de Brito (Canindé do São Francisco), John Kennedy (Aracaju), Professor João Costa (Aracaju), Edelzio Vieira de Melo (Santa Rosa de Lima), Paulo Freire (Aracaju), Felisbelo Freire (Itaporanga D´Ajuda), o Centro Estadual de Educação Profissional Maria Fontes de Faria (Boquim) e o Colégio Estadual Fernando Azevedo (Nossa Sra. das Dores).

De acordo com Almir Pinto de Melo, diretor do Centro de Excelência Edelzio Vieira de Melo (Santa Rosa de Lima), por meio da reforma da unidade de ensino, pode-se ter um ambiente escolar adequado, melhorando as condições para o ensino e aprendizagem. “As reformas valorizam a escola, criando um ambiente mais acolhedor e confortável para a comunidade escolar, contribuindo para um bom funcionamento e sendo mais atrativa para os alunos, criando novos espaços que estimulam a aprendizagem, como também melhorando as condições para os professores, com mais segurança e conforto”, disse.

O diretor do Serviço de Edificações Escolares (Sedes), engenheiro Valdir Pinto, explica que há lotes de serviços que visam à reforma de escolas e construção e manutenção de quadras poliesportivas, bem como lotes de serviços de manutenção em andamento da ordem de cerca de R$16.000.953,05.

As intervenções de manutenção realizadas em mais de 320 escolas viabilizam aumento da carga de energia, instalação de pontos elétricos de força, adequações de ambientes, climatização e manutenção, além de elaboração de atualização cadastral, levantamento planialtimétrico e projetos de arquitetura e complementares de engenharia. “São serviços que também trazem mais conforto no retorno das aulas presenciais”, explica.

O engenheiro da Seduc ainda destaca que os serviços de manutenção em escolas da rede estadual foram divididos em quatro lotes, com quatro empresas distintas e que os contratos são renováveis por até cinco anos. “Não gastaremos tempo com burocracia e ganharemos em agilidade nos serviços de manutenção das escolas”, diz.

 Em processo licitatório

Dez unidades escolares estão em processo licitatório e ainda em 2020 receberão o aval do Governo de Sergipe para iniciar a modernização da infraestrutura predial. Seis dessas unidades escolares ofertam o Ensino Médio em Tempo Integral: os centros de excelências Prof. Gonçalo Rollemberg Leite e Nelson Mandela (ambas em Aracaju), Miguel das Graças (São Miguel do Aleixo), Edelzio Vieira de Melo (Capela), Dr. Leandro Maciel (Pacatuba) e Manoel Messias Feitosa (Nossa Senhora da Glória). Também faz parte dessa lista a Escola Estadual Prof. Manoel Franco Freire (Aracaju), a Escola Estadual Embaixador Bilac Pinto (Aracaju), Colégio Estadual Prof. Joaquim Vieira Sobral (Aracaju) e Escola Estadual Sen. Paulo Sarasate (São Cristóvão).


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.