Rio Grande do Norte

Governo do RN anuncia investimentos para agricultura familiar

Governadora Fátima Bezerra anunciou a boa nova durante solenidade comemorativa aos 65 anos da Emater-RN e ao Dia do Extensionista Rural.

06/12/2019


Revista NORDESTE
Investimentos para fortalecer e expandir a atividade da agricultura familiar no Rio Grande do Norte foram anunciados pela governadora Fátima Bezerra, em solenidade comemorativa aos 65 anos da Emater-RN e ao Dia do Extensionista Rural, realizada nesta sexta-feira (6), no auditório da Governadoria.

Por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Rural e da Agricultura Familiar (Sedraf), o governo lançou o Programa Estadual de Fortalecimento do Cooperativismo e Associativismo Solidário da Agricultura Familiar (Cooperafes), que tem como objetivo promover a expansão e consolidação do cooperativismo e associativismo da agricultura familiar do estado com políticas públicas estruturantes que ofereçam condições de produção de alimentos saudáveis, acesso a mercados e organização social. Em seguida foi assinado um protocolo de intenções entra a Sedraf e o Banco do Brasil, que visa promover o acesso ao crédito rural qualificado para atender a necessidade de fomento na produção de alimentos saudáveis, beneficiando a comercialização através da agricultura familiar.

Na ocasião, a governadora Fátima Bezerra fez a entrega simbólica de veículos e equipamentos de informática (computadores, notebooks e impressoras) no valor de R$ 2,2 milhões em investimentos, fruto de um convênio com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. São 22 carros, modelo Gol, 135 computadores, 22 notebooks e 800 impressoras. Além da construção e reforma de escritórios da Emater nos municípios de Jundiá, São Gonçalo do Amarante, Carnaúba dos Dantas, Currais Novos, Encanto, Equador, Jardim de Piranhas, São José do Seridó, São Paulo do Potengi, Touros, Apodi e Mossoró.

“Esse é um dia muito simbólico para todos nós. Desde o início de nossa gestão, deixamos muito claro que o governo dedicaria muito empenho nas ações para fortalecer a agricultura familiar. E é impossível conceber isso sem que tenhamos também uma Emater fortalecida e sem uma secretaria como a Sedraf. A Secretaria de Estado Desenvolvimento Rural e da Agricultura Familiar é a concretização de um compromisso nosso e foi criada para desenvolver ações estratégicas para potencializar esse setor que é responsável por 70% de tudo que é levado para a mesa do cidadão. Não podemos perder de vista o foco no desenvolvimento, para trazer para a população o que ela mais precisa no momento, mais oportunidades de emprego”, enfatizou a governadora.

Presente na solenidade, o senador Jean-Paul Prates anunciou também a liberação de emendas no valor total de mais de R$ 1 milhão que serão investidos na área da agricultura familiar.

“É com muita satisfação que anuncio as minhas primeiras emendas, que vão beneficiar muito essa atividade responsável por trazer alimento para a mesa do cidadão potiguar. A primeira no valor de R$ 370 mil, para investimentos em equipamentos e materiais para a Emater e a segunda no valor de R$ 750 mil para aquisição de veículos para auxiliar na atuação do Cooperafes. E para o ano de 2020 já estamos trabalhando na liberação de mais R$ 1 milhão em emendas para esse setor”, detalhou o senador.

Representando as cooperativas e associações dos produtores da agricultura familiar, a presidente da União Nacional das Cooperativas da Agricultura Familiar e Economia Solidária (Unicafes), Fátima Torres agradeceu aos investimentos e falou da importância do Cooperafes para o desenvolvimento do setor. “A gente acredita que esse programa será fundamental para o reconhecimento de nossa atividade. E com esse apoio, nossa produção aos poucos vai voltar às pautas importantes da economia do nosso estado. Só temos a agradecer ao Governo do Estado por essas iniciativas”, disse Fátima Torres.

“Estamos aprofundando as políticas de compras de produtos da agricultura familiar. Graças à lei de autoria da deputada Isolda Dantas, que determina que, no mínimo, 30% dos alimentos adquiridos pelo Governo do Estado sejam de origem da agricultura familiar, estamos dando visibilidade e oportunidades a esses produtores. Esses itens compõem as 54 mil refeições servidas nos restaurantes populares e outras 30 mil distribuídas no sistema prisional do estado, por exemplo”, ressaltou o secretário da Sedraf Alexandre Lima.

O diretor Geral da Emater, César Oliveira, enfatizou a importância da data, que comemora os 65 anos do instituto. “Estamos celebrando hoje o dia de uma política pública muito significativa, que contribui para a melhoria da qualidade de vida de homens e mulheres que dedicam a vida à atividade rural”, e lembrou ainda do apoio prestado pelo deputado federal Benes Leocádio, presente na solenidade. “Quero aqui destacar o apoio do deputado Benes, que conseguiu junto ao Ministério da Agricultura a liberação de R$ 1 milhão para ações de fortalecimento da atividade dos agricultores familiares”.

Atualmente, o Rio Grande do Norte tem 25 cooperativas de agricultores familiares, que representam mais de 2.000 famílias cooperadas. Essas famílias coordenam as atividades de produção e beneficiamento das principais cadeias produtivas da agricultura familiar no estado, tais como leite, hortifrutigranjeiros, mel, caju e castanha, arroz vermelho, e estão presentes nos 10 territórios do RN.

Selo de 65 anos da Emater

Na ocasião ainda foi lançado o selo comemorativo de 65 anos da Emater. Os serviços de Assistência Técnica e Extensão Rural surgiram no RN em 27 de julho de 1955, através da Associação Nordestina de Crédito e Assistência Rural (ANCAR). Em 1975, foi extinta a ANCAR e instituída a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (EMATER-RN). Em 11 de maio de 2019 a Emater passou a ser vinculada à Secretaria de Estado do Desenvolvimento Rural e da Agricultura Familiar.

Também estiveram presentes à solenidade a diretora-presidente da Agência de Fomento do RN, Márcia Maia; o diretor geral do Instituto de Defesa e Inspeção Agropecuária do RN (Idiarn), Mário Manso; os deputados Kleber Rodrigues e Isolda Dantas, que são membros da Frente Parlamentar da Agricultura Familiar; o presidente da Fetarn, Manoel Cândido; o presidente da Associação dos Servidores da Emater-RN, Edson Zumba; o vice-prefeito de São Gonçalo do Amarante, Eraldo Paiva; o presidente da Organização das Cooperativas do Estado do RN (Ocern), Roberto Coelho.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.