Brasil

Diretório Nacional do PT confirma conversações sobre Federação Partidária com PSB, PC do B, PSOL e PV e solta Nota sobre a conjuntura

Por Walter Santos

 

Agora é oficial. O Diretório Nacional do PT soltou nota nesta sexta-feira sobre o posicionamento do Diretório Nacional acerca da conjuntura brasileira e a perspectiva da candidatura de Lula confirmando entendimentos com PEB, PC do B, PSOL e PV sobre Federação Partidária.

– O Diretório Nacional resolveu iniciar conversações sobre Federação Partidária com PSB, PCdoB, PSOL e PV, cabendo à Comissão Executiva Nacional do Partido conduzir este processo de diálogo para posterior decisão do DN, sobre eventual participação, a partir de um debate programático, esgotando o debate interno a partir da escuta as direções estaduais, municipais, diz a Nota acrescentando:

– Todo processo observa os prazos definidos pela Justiça Eleitoral.<span;>RESOLUÇÃO POLÍTICA DO DIRETÓRIO NACIONAL DO PARTIDO DOS TRABALHADORES

Eis, a seguir a Nota do PT, segundo Jacy Afonso, do PT DF:

O ano de 2021 foi marcado pelo agravamento da crise social, econômica e política que assola o Brasil desde o golpe do impeachment de 2016 e da interdição fraudulenta e ilegal da candidatura do presidente Lula em 2018, que resultaram no governo autoritário de Bolsonaro e no aprofundamento da pauta neoliberal excludente, concentradora de renda e traidora da soberania nacional.

Fome, pobreza, desemprego e morte são a face da tragédia nacional, num país submetido a um governo que investiu no genocídio, na negação da ciência, da verdade. dos direitos dos trabalhadores e da maioria da população.

No sentido oposto a essa tragédia, 2021 foi o ano em que o Supremo Tribunal Federal anulou, depois de cinco anos de perseguição judicial e midiática, as condenações ilegais do presidente Lula por um juiz parcial e corrupto.

Foi neste ano de 2021 que o povo brasileiro resgatou a confiança na reconstrução do Brasil e no resgate de um projeto de país democrático, soberano, mais justo e menos desigual, como tivemos pela primeira vez nos governos do PT.

 

O ano de 2022 começa, portanto, sob o signo da esperança, em torno da candidatura do presidente Lula, para a qual o Partido dos Trabalhadores vai se empenhar com todas as suas energias, conforme nosso compromisso de origem com o povo brasileiro.

 

No processo de construção da candidatura Lula Presidente, o PT prosseguirá dialogando com as forças, movimentos e partidos políticos, em torno de um programa de reconstrução do país, centrado nos direitos do povo, da classe trabalhadora e da soberania nacional.

 

No mesmo sentido, o Diretório Nacional do PT resolve  iniciar conversações sobre Federação Partidária com PSB, PCdoB, PSOL e PV, cabendo à Comissão Executiva Nacional do Partido conduzir este processo de diálogo para posterior decisão do DN, sobre eventual participação, a partir de um debate programático, esgotando o debate interno a partir da escuta as direções estaduais, municipais, observando os prazos definidos pela Justiça Eleitoral.

Reafirmamos que a definição de alianças e composição da chapa presidencial serão decorrentes desse processo de interlocução com partidos, forças políticas e movimentos sociais, como é de nossa tradição democrática, não tendo nada definido neste momento.

Destacamos também que este processo ocorre em sintonia com a retomada de projetos populares de governo na América Latina, como o que ocorre neste momento no Chile, com a candidatura de Gabriel Boric.

Que seja bem-vindo o ano de 2022, ano da esperança na vitória do povo brasileiro.

*DIRETÓRIO NACIONAL DO PARTIDO DOS TRABALHADORES*

16 de dezembro de 2021_

<span;>https://pt.org.br/resolucao-politica-do-diretorio-nacional-do-partido-dos-trabalhadores/


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp