Nordeste

Estiagem: Governo Federal reconhece situação de emergência em 35 cidades do Piauí

Por meio de portaria publicada, nesta segunda-feira (24), no Diário Oficial da União (DOU), o Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) reconheceu a situação de emergência em 35 municípios do Piauí afetados pela estiagem. Com a concessão, as cidades atingidas podem solicitar recursos federais para atendimento às famílias prejudicadas pela falta de chuvas.

 

As cidades contempladas são: Acauã, Alagoinha, Alegrete do Piauí, Avelino Lopes, Belém do Piauí, Bonfim do Piauí, Caldeirão Grande, Campinas, Capitão Gervásio Oliveira, Caracol, Curimatá, Fartura do Piauí, Floresta do Piauí, Francisco Santos, Fronteiras, Guaribas, Itainópolis, Júlio Borges, Jurema do Piauí, Lagoa do Barro, Marcolândia, Massapê do Piauí, Monsenhor Hipólito, Morro Cabeça no Tempo, Padre Marcos, Pio IX, Queimada Nova, Santana do Piauí, Santo Inácio, São Braz do Piauí, São Francisco de Assis, São Julião, São Lourenço, Várzea Branca e Wall Ferraz.

 

Para obter a concessão do status de situação de emergência, os municípios encaminharam pedido à Secretaria Estadual da Defesa Civil (Sedec), que fez a solicitação junto ao Sistema Integrado de Informações Sobre Desastres (S2iD). De posse das informações, os técnicos da Defesa Civil Nacional avaliam as ações a serem executadas e os valores solicitados antes da aprovação.

 

De acordo com o secretário da Sedec, José Augusto Nunes, o reconhecimento federal permite executar ações de maior impacto no enfrentamento à estiagem na região. “Já atuamos nas regiões mais atingidas de maneira paliativa, com a operação pipa para reduzir os impactos deste fenômeno na vida do sertanejo. Com mais recursos, iremos também agilizar a perfuração de poços e sondar a viabilidade técnica para construção de mais adutoras”, explica o gestor.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp