Pernambuco

Marília Arraes diz que errou após votar para que empresários furem fila da vacina

 A deputada Marília Arraes (PT-PE) disse ter cometido um erro na Câmara, após ser alvo de diversas críticas por ter optado pela abstenção durante a votação do Projeto de Lei que beneficia empresários no acesso à vacina, em detrimento ao SUS.

“Eu venho reconhecer meu erro e me desculpar com a militância, com o PT, com o Brasil”, disse ela no início da tarde desta quarta-feira (7), como mostra  a postagem abaixo:

 

Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira (6), por 317 votos a 120, o texto-base da proposta que permite à iniciativa privada comprar vacinas contra a Covid-19 para a imunização gratuita de seus empregados, desde que doe a mesma quantidade ao Sistema Único de Saúde (SUS).

A votações dos destaques que podem alterar o texto vai prosseguir nesta quarta-feira (7), em sessão do Plenário marcada para as 13h55. Confira a pauta completa.

O texto-base aprovado é um substitutivo da relatora, deputada Celina Leão (PP-DF), que faz alterações no Projeto de Lei 948/21, do deputado Hildo Rocha (MDB-MA). A aquisição das vacinas, segundo o texto, poderá ser feita pelas pessoas jurídicas de direito privado, individualmente ou em consórcio.

Saiba como votaram os deputados sobre o projeto


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp