Nordeste

Masterboi irá comercializar 1.800 toneladas de pescados nesta Páscoa em Pernambuco e na Paraíba

A pernambucana Masterboi vem ampliando a distribuição e a venda direta de pescados, iniciada há cerca de 15 anos, e espera comercializar 1.800 toneladas nesta Semana Santa, em Pernambuco e na Paraíba. O volume representa um crescimento em torno de 30% sobre o comercializado em 2021.

 

Metade das 1.800 toneladas já são vendidas em embalagens com a marca Masterboi, garantindo a qualidade e a aceitação dos consumidores. Os pescados são industrializados nos locais de origem, como a região Norte, onde se destacam o surubim e a piramutada, e, no Sul, a corvina e a anchova. Mas os importados, a exemplo do bacalhau, da Noruega; o salmão, do Chile; e merluza, da Argentina, também já estão chegando às gôndolas com a marca Masterboi.

 

De acordo com o diretor Comercial da Masterboi, Enio de Lima, a oferta deste ano foi mais generosa e os preços, de alguns tipos de peixes, estão mais baratos em relação a 2021. As oscilações do dólar no mercado nacional não interferem nos preços porque, segundo ele, as compras dos pescados mais procurados como corvina, anchova, e o bacalhau ocorreram no ano passado, nos períodos de pesca intensa ou “safras”. Já os peixes de cativeiro como o salmão e a tilápia, mantém preços regulares e produção o ano todo, assim como o camarão que vem, principalmente, do Rio Grande do Norte.

 

A ampla rede de parceiros em Pernambuco, coloca a Masterboi em mais de cinco mil estabelecimentos entre supermercados, atacarejos, peixarias e lojas de hortifruti, além de outros cerca de 1.200 na Paraíba. “A marca própria vem sendo fortalecida a cada ano e com uma oferta mais diversificada, em cada época. Na Páscoa, os clientes preferem peixes inteiros e em postas, além do camarão, e com nossa variedade, atendemos todos os públicos, mantendo o padrão de qualidade Masterboi”, completa Enio Lima, lembrando que essa variedade também pode ser conferida nas lojas próprias da Masterboi, no Recife, e em João Pessoa.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp