Brasil

Moraes aplica multa a Silveira, manda Lira marcar instalação de tornozeleira e abre inquérito por desobediência

247 –Após ser notificado da recusa feita pelo deputado federal Daniel Silveira (União Brasil-RJ) em receber agentes da Polícia Federal na Câmara e colocar a tornozeleira eletrônica, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes definiu nesta quarta-feira (30) multa diária de R$ 15 mil caso o deputado Daniel Silveira (RJ) continue se recusando a ser monitorado por tornozeleira eletrônica.

O ministro determinou ainda que o Banco Central bloqueie as contas bancárias ligadas a Silveira para garantir o pagamento da multa, caso ela se materialize, e determinou que o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), “indique dia, horário e local para a efetivação do monitoramento eletrônico do réu Daniel Silveira” e adote as providências para garantir o pagamento de eventual multa, descontando o valor diretamente nos vencimentos do parlamentar.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp