Bahia

Novembro Negro: atividades online e presenciais serão realizadas ao longo do mês em Lauro de Freitas, na RMS

Intitulada de “Territórios de Identidades: Resistência Ancestral”, ação conta com rodas de conversa, lives, cursos e oficinas; confira.

Com o objetivo de reafirmar a identidade e enfrentar o racismo, a cidade de Lauro de Freitas, na região metropolitana Salvador, realiza atividades online e presenciais até o dia 30 de novembro.

Intitulada de “Territórios de Identidades: Resistência Ancestral”, a ação conta com rodas de conversa, lives, cursos e oficinas.

Além disso, a tradicional alvorada e amarração dos Ojás acontecerá no dia 19 de novembro, com o encontro dos povos e comunidades tradicionais no Terminal Turístico Mãe Mirinha de Portão, a partir das 17h.

Já em 20 de novembro, data em que é celebrado o Dia da Consciência Negra, também haverá amarração de Ojás em pontos da cidade e a Live da Resistência: A Cor da Cidade.

A agenda especial é promovida pela Secretaria Municipal de Políticas Afirmativas, Direitos Humanos e Promoção da Igualdade Racial (Sepadhir), por meio da Superintendência de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, com apoio do Conselho de Promoção de Igualdade Racial do município.

De acordo com Clóvis Silva, secretário da Sepadhir, o mês de novembro se tornou uma referência de resistência para o povo negro graças a luta histórica de líderes e movimentos.

Além de reforçar a luta contra o racismo, à desigualdade e à violência sofrida pela população negra, as atividades do Novembro Negro no município buscam também expandir o debate acerca das expressões culturais e étnica dos moradores, assim como das histórias e memórias que são contadas no território, segundo afirma Aline Santos, superintendente de Política de Igualdade Racial da Sepadhir.

*g1ba

 


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp