Brasil

Paralisação: Médicos ligados à PCR cruzam os braços

Os médicos vinculados à Prefeitura da Cidade do Recife (PCR) realizarão, nesta quinta-feira (24), uma paralisação de advertência nos ambulatórios e nas atividades do Programa Saúde da Família (PSF).

A categoria, que é composta por mais de mil profissionais, pede que a gestão municipal atenda ao pedido apresentado pelo Sindicato dos Médicos de Pernambuco (Simepe) através do Programa Mais Médicos. Apenas o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e os serviços de emergência funcionarão normalmente.

Os profissionais também cobram que fiscalizações do Conselho Regional de Medicina (Cremepe) sejam imediatas nas Unidades de Estratégia de Saúde da Família, por parte da autarquia federal, além de encaminhamento para o Ministério Público Estadual (MPPE) da situação em que se encontram. Na tarde desta quinta, está marcada uma assembleia dos médicos do Recife, às 14h, na sede do Memorial da Medicina de Pernambuco, no bairro do Derby, área central do Recife.

iG Pernambuco


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp