Brasil

Queiroga diz ser “absolutamente contrário” ao uso obrigatório de máscaras

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse ser “absolutamente contrário” às leis que obrigam o uso de máscaras contra a Covid-19. A afirmação foi feita nesta sexta-feira (8/10), após a visita às obras da Nova Maternidade de Teresina, no Piauí.

 

“Eu acho essa história de lei para obrigar qualquer coisa um absurdo. Primeiro porque não funciona. O que temos que fazer é as pessoas aderirem às recomendações sanitárias. O cuidado é individual, o benefício é de todos. Ficam criando essas cortinas de fumaça para dividir a sociedade brasileira, quando nós precisamos é de união”, disse.

 

A declaração de Queiroga foi dada no mesmo dia em que o país atingiu a marca de 600 mil mortos pela Covid-19. O uso de máscaras é uma das medidas defendidas pela comunidade científica e pelo próprio Ministério da Saúde para frear a disseminação do coronavírus.

Do Metrópoles –


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp