Brasil

Rede vai ao STF contra secretário do Ministério da Saúde pró-cloroquina e contrário à vacinação

247 – A Rede entra nesta segunda-feira (24) no Supremo Tribunal Federal com uma ação para tentar suspender a nota técnica do Ministério da Saúde que continha duas fake news. Nela, se afirmava que não existem comprovações científicas de eficácia e segurança das vacinas contra a Covid-19 e defendia cloroquina como remédio efetivo a ser usado contra o coronavírus.

Hélio Angotti, médico pró-cloroquina, negacionista e alinhado idelógicamente ao governo, foi quem assinou o documento. A petição da Rede vai requerer também o afastamento de Angotti.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp