Brasil

Repórter da Globo esfaqueado investigava clube de tiro em Brasília

Por Fernando Brito, no Tijolaço –

Não parece ser coincidência: o jornalista da TV Globo Gabriel Luiz, esfaqueado dez vezes na noite passada por desconhecidos, enquanto caminhava por uma rua no setor Sudoeste de Brasília, tinha, dois dias antes, produzido uma reportagem sobre um “clube de tiro” em Brazlândia, no entorno da capital, que estava infernizando a vida dos moradores próximos a uma área onde os atiradores disparavam centenas de vezes por dia.

Gabriel está em estado delicado e já foi submetido a cirurgias.

Se é ou não uma assalto ou vingança dos facínoras que se viram impedidos de continuar seus delírios bolsonaristas, pois o Exército acabou fechando o seu “parquinho da bala” é algo que ainda não está claro, mas só o fato que o colega revelou mostra a sua periculosidade, como atestam as balas encontradas em árvores e cercas do local.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp