Nordeste

Tragédia: Sobe para 126 o número de mortos por causa das chuvas em Pernambuco

O número de mortos pelas chuvas em Pernambuco aumentou para 126, informou, nesta quinta-feira (2), a Defesa Civil do estado. Boletim divulgado na noite desta quarta-feira (1º) registrava 120 óbitos.

 

Na manhã de hoje, o Corpo de Bombeiros localizou mais duas vítimas dos temporais do fim de semana na região metropolitana do Recife. Os corpos foram encontrados na Vila dos Milagres, no Recife, e no Curado IV, em Jaboatão dos Guararapes. Mais quatro vítimas foram incorporadas às estatísticas após investigação social no Instituto de Médico-Legal.

 

Pelo menos duas pessoas ainda estão desaparecidas. Uma delas não é vista desde deslizamento ocorrido em Camaragibe, e a outra é um homem que foi arrastado pela enxurrada em Paratibe, em Paulista.

 

“Os bombeiros permanecem trabalhando na comunidade do Areeiro, em Camaragibe, com o auxílio de cães farejadores, para localizar a última pessoa ainda desaparecida no local. Em Paratibe, militares da Marinha estão auxiliando nas buscas”, informou a Defesa Civil.

 

O número de desabrigados subiu para 9.302 pessoas, que estão alojadas em 111 instituições de 27 municípios. No total, 31 municípios decretaram estado de emergência e 51 tiveram algum tipo de prejuízo em consequência das chuvas.

 

Os municípios que já decretaram emergência são Cabo de Santo Agostinho; Camaragibe; Goiana; Jaboatão dos Guararapes; Macaparana; Moreno; Nazaré da Mata; Olinda; Paudalho; Paulista; Recife; São José da Coroa Grande; São Vicente Ferrer; Timbaúba; Abreu e Lima; Araçoiaba; Igarassu; Aliança; Glória do Goitá; Vicência; Bom Jardim; Limoeiro; Passira; São Lourenço da Mata; Pombos; Palmares; Sirinhaém; Lagoa do Carro; Tracunhaém; Chã Grande e Escada.

 

De acordo com a Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac) a previsão para esta quinta-feira é de tempo parcialmente nublado com chuva rápida de forma isolada ao longo do dia, em intensidade fraca, na região metropolitana do Recife, em Mata Norte, Mata Sul e no Agreste.

Barragens

 

O governo do estado atualizou também informações sobre a situação das barragens localizadas na região metropolitana, no Agreste e na Mata Norte.

Na região metropolitana, seis mananciais estão com capacidade máxima de acumulação e permanecem vertendo: Várzea do Una, em São Lourenço da Mata; Duas Unas, em Jaboatão dos Guararapes; Pirapama e Sicupema , em Cabo de Santo Agostinho; e Utinga e Bita, em Ipojuca. Outras barragens importantes para a região continuam acumulando bom nível de água, como Botafogo, que chegou a 82,6% e Tapacurá, que atingiu 80,7%.

 

Na Mata Norte e no Agreste, 11 mananciais atingiram capacidade máxima de acumulação e estão vertendo: Inhúmas e Mundaú, em Garanhuns, Santana II, em Brejo da Madre de Deus, São Jacques, em Lajedo; Pedra Fina, em Bom Jardim; Pau Ferro, em Quipapá; Siriji, em Vicência; Caianinha, em São Joaquim do Monte; Orá/Cursaí, em Paudalho; Tiúma, em Timbaúba; e Tabocas/Piaça, em Belo Jardim. A barragem do Prata está com 75,58%; Jucazinho chegou a 15,92%; e Poço Fundo, a 17,28%.

Rodovias

 

De acordo com informações do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), ainda há alguns trechos de rodovias em Pernambuco com alagamentos ou deslizamento de barreiras, que provocam interdições parciais ou tráfego em meia pista.

Agência Brasil


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp