Internacional

Trump diz que ganhará disputa “com margem maior” que há quatro anos

03/11/2020


Na imagem o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump

El País – Os Estados Unidos decidem nesta terça-feira se reelegem Donald Trump ou se conduzem Joe Biden à Casa Branca, nas eleições mais emblemáticas e imprevisíveis da história recente. Devido à pandemia do novo coronavírus, quase 100 milhões de norte-americanos anteciparam o voto pelos correios, o que representa 72% das pessoas que votaram no pleito de 2016.

Apesar de aparecer atrás nas pesquisas, Trump disse nesta terça que irá ganhar com uma margem maior que há quatro anos e, novamente, afirmou que questionará os resultados dos votos antecipados. Aliado do republicano, o presidente Jair Bolsonaro disse estar confiante da reeleição do mandatário dos EUA. No Brasil, o dólar recuou ante o real com a perspectiva de vitória de Biden.

Número de votos antecipados ultrapassa 100 milhões
Os dados registrados até o momento nas eleições dos EUA marcam um novo recorde de participação daqueles que decidiram depositar seu voto antes da abertura dos locais de votação hoje, seja por correspondência ou pessoalmente. No total, foram registrados 100.298.838 votos, o que é mais de 72% do total de votos lançados há quatro anos. Os números indicam a tendência de uma participação histórica na eleição, que pode superar o total de 139 milhões de votos registrado em 2016.

Há estados que já superaram o recorde de votos em 2016, como é o caso do Texas ou de Montana. E muitos outros que estão prestes a fazê-lo, como Flórida (cuja participação é de 93% do que foi registrado há quatro anos), Geórgia (94%), Novo México (96%), Colorado e Nevada (97%), Washington e Oregon (96%) e Carolina do Norte (95%). A crise do coronavírus mudou a cara do dia de eleição e muitos americanos preferiram votar para evitar multidões. Em algumas partes do país, como Miami (Flórida), as escolas que servem como locais de votação estavam quase vazias nesta manhã.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.